23 de set de 2011


As provações produzem crescimento


"Depois de uma vitória tem uma provação e depois de uma provação tem uma vitória."Êxodo 15.22-27.

A Palavra de Deus nos diz que Israel tinha experimentado uma grande vitória. Eles foram libertos do Egito e saíram do julgo da escravidão de 400 anos. Acontece que geralmente depois de uma grande vitória há uma prova e sempre depois de uma grande prova há uma promoção. 

O povo de Israel viveu 400 anos sem poder sonhar, sem poder sorrir, construindo casas para os outros, sem ser dono de nada, trabalhando debaixo do chicote, sem salário, sem sonhos. 

Foram 10 gerações debaixo desse julgo e Deus os tirou do Egito. Antes da primeira prova, os israelitas andaram três dias no deserto, porque Deus precisava prová-los.

Muitas pessoas fumavam, bebiam, se prostituíam, eram malandras, até o dia em que aceitaram a Cristo e foram livres da escravidão iniciando a caminhada no deserto.

As prioridades de quem tem um encontro com o Senhor são diferentes. A desonestidade, a mentira, a malicia já não causam prazer para aquele que O aceita como Senhor e Salvador. Os valores são outros. 

O povo de Israel saiu da escravidão e caminhou no deserto antes de chegar a Canaã. E qual a maior necessidade de uma pessoa no deserto? Água. (A nação de Israel não tem petróleo, mas tem água. O rio Jordão nasce em Israel e deságua dentro do mar morto.)

Os Israelitas acharam uma fonte de água, só que as águas eram amargas. A Bíblia diz que aquelas águas eram amargas porque Deus queria prová-los.

As provas que Deus eventualmente aplica às nossas vidas têm um objetivo. O Senhor provou o povo, porque queria ensiná-los a reagir diante de uma adversidade. 

Quando passamos pela prova nos tornamos instrumentos muito melhores e para servirmos ao Senhor precisamos ser pessoas maduras. Só há uma maneira de Deus nos dá crescimento e ele vem através da prova. 

Não somos soldadinhos de água e sal. Não podemos ser inconstantes, (Tg1) "Não pense o homem inconstante que receberá de Deus alguma responsabilidade." Seja fiel diante das provas, porque aquele que é fiel no pouco, Deus o coloca sobre o muito. 

Diante da prova, o povo murmurou e iniciou-se uma trajetória de pecado, de pessoas rebeldes, oprimidas que não reconheciam os milagres. 

Deus queria que o povo aprendesse uma faceta do seu caráter que é a PROVISÃO. Bastava o povo orar, clamar ao Senhor, e reconhecer que Ele lhes daria livramento. Assim também é conosco, precisamos falar menos com os outros e falar mais com Deus.

O Senhor tem grandes coisas para as nossas vidas e precisamos identificar as lições das provas que Ele permite que passemos.

O tempo todo passamos por provas. É vizinho que dá problema, é colega de trabalho, pessoas inconvenientes... Todo dia tem prova, mas a cada dia nos tornamos pessoas melhores, nos tornamos gigantes. 

“Se ouvires a voz do Senhor teu Deus... nenhuma enfermidade trarei sobre vocês, pois sou o Senhor que te sara.” Ex 15.26. 

O propósito daquela água amarga era mostrar ao povo que Deus era o Deus que transformava a amargura em doçura. Nenhum dos milagres que o Senhor realizou no meio deles ao libertá-los do Egito foi suficiente para que Eles reconhecessem que Deus era poderoso para livrá-los daquela situação.

“Depois chegaram a Elim, onde havia 12 fontes de água e setenta palmeiras; e acamparam junto àquelas águas.” Ex 15.27.

O mesmo Deus que cuidou de nós no passado é o mesmo Deus que nos ajuda hoje. O Senhor queria dar ao povo 12 fontes de água e o povo desanimou por causa de uma fonte. 

Às vezes o que o Senhor tem para a nossa vida é muito maior do que o que estamos vivendo no presente e geralmente queremos recuar. 

As águas amargas são simplesmente uma prova para chegar às doze fontes. Não permita que as provações o impeçam de ter a visão das 12 fontes e das 70 palmeiras.

Não murmure, não volte atrás. “Esperei com paciência no Senhor.” O Senhor trará o livramento para sua vida e você crescerá através dessa provação. 

Autor: Pr. Jorge Linhares

Transcrito por Lidiomar

Graça e Paz


4 de ago de 2011


Quando tudo falhar - último texto do Pastor David Wilkerson


O Senhor seja louvado!

Crer quando todos os recursos fracassam agrada muitíssimo a Deus e é altamente aceito por ele. Jesus disse a Tomé “Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.” João 20.29.

Bem aventurados os que crêem quando não existe evidência de uma resposta a sua oração. Bem aventurados aqueles que confiam mais além da esperança quando todos os meios fracassaram.

Alguém chegou a um lugar de desespero, ao final da esperança e ao término de todo recurso. Um ser querido enfrenta a morte, e os médicos não dão esperança. A morte parece inevitável. A esperança se foi. Orou pelo milagre, porem, esse não aconteceu.

É nesse momento quando as legiões de Satanás se dirigem a atacar sua mente com medo, ira e perguntas opressivas como “Onde está teu Deus? 

Você orou até não lhe restaram lágrimas, jejuou, permaneceu nas promessas e confiou” Pensamentos blasfemos penetraram em sua mente: “A oração falhou, a fé falhou. Não vou abandonar a Deus, porem não confiarei Nele nunca mais. Não vale a pena!” Até mesmo perguntas sobre a existência de Deus acometem sua mente!

Tudo isso foi dispositivos que Satanás empregou durante séculos. Alguns dos homens e mulheres mais piedosos de todas as eras viveram tais ataques demoníacos.

Para aqueles que passam pelo vale da sombra da morte, ouçam essas palavras: O pranto durará algumas tenebrosas e terríveis noites, mas em meio a essa escuridão logo se ouvirá o sussurro do Pai: “Eu estou contigo. Nesse momento não posso lhe dizer por que, mas um dia tudo terá sentido. Verás que tudo era parte de meu plano. Não foi um acidente. Não foi um fracasso da tua parte. Agarre-se com força. Deixe Eu te abraçar nessa hora de dor”

Amado, Deus nunca deixou de atuar em bondade e amor. Quando todos os recursos falham, Seu amor prevalece: Aferre-se a sua fé.

Permaneça firme em Sua Palavra.

Não há outra esperança nesse mundo.

Autor: Pr David Wilkerson

13 de jul de 2011


Que lugar você tem dado a Deus?

Para restaurar nossa casa é necessário que quebremos os ídolos que foram se instalando em nossas vidas.

É fundamental que tiremos qualquer coisa que ocupe o primeiro lugar no nosso coração, independente do que seja, pois esse lugar pertence a Deus e, o apóstolo João deixa essa ordem bem clara em 1 João 5.21: Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.

O rei Josias foi exemplo de governante ao tomar medidas para que os ídolos do povo de Deus fossem removidos e eles voltassem a desfrutar da graça do Senhor.

Porquanto o teu coração se enterneceu, e te humilhaste perante Deus, ouvindo as suas palavras contra este lugar, e contra os seus habitantes, e te humilhaste perante mim, e rasgaste as tuas vestes, e choraste perante mim, também eu te ouvi, diz o SENHOR.

Eis que te reunirei a teus pais, e tu serás recolhido ao teu sepulcro em paz, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar e sobre os seus habitantes. E tornaram com esta resposta ao rei.(2Cr. 34,27,28)

Deus foi misericordioso com Josias e a nação, poupando-os do seu juízo, enquanto estivesse vivo.

oração feita por um justo pode muito em seus efeitos Tiago 5.16

O rei cumpriu fielmente o que propusera a Deus conforme 2Cr. 34.33: E Josias tirou todas as abominações de todas as terras que eram dos filhos de Israel; e a todos quantos se achavam em Israel obrigou a que servissem ao SENHOR seu Deus. Enquanto ele viveu não se desviaram de seguir o SENHOR, o Deus de seus pais.

Deus foi focalizado, priorizado pelo governo de Josias, conforme 2Cr.34.2: E fez o que era reto aos olhos do SENHOR; e andou nos caminhos de Davi, seu pai, sem se desviar deles nem para a direita nem para a esquerda.

Não podemos direcionar o nosso foco para os nossos desejos, nem para as circunstâncias que se apresentam em nossas vidas, nem para o que os outros pensam, a exemplo do rei de Judá, precisamos escolher e direcionar o nosso foco para Deus.

Para que isso aconteça se faz necessário pensar biblicamente, só então estaremos no centro da vontade do Pai, colocando-o no seu devido lugar, como centro de nossas vidas e, daí, poder fazer como os personagens, dos textos bíblicos abaixo; exercitar a nossa fé, trazer a existência o melhor de Deus para nós e nossa casa.

E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar,e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. .Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.(2Cr.7,13,14)

Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. (Sl 23.3)

Não temas, pois, tu, ó meu servo Jacó, diz o SENHOR, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei de terras de longe, e à tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e ficaráem sossego, e não haverá quem o atemorize.

Porque eu sou contigo, diz o SENHOR, para te salvar; porquanto darei fim a todas as nações entre as quais te espalhei; a ti, porém, não darei fim, mas castigar-te-ei com medida, e de todo não te terei por inocente. (Jr.30.10,11)

Muitas são as promessas de consolo, conforto e fortalecimento, depende de nós torná-las reais ou não.

Deus só será essencial a mim e a você, se dermos a Ele o devido lugar.

Graça e Paz
Pastor Sandro

28 de jun de 2011

PASTOR SANDRO CUNHA

A PAZ AMADOS DE DEUS,ACESSEM ESTE LINK E BENÇÃO PURA
http://pastorsandrocunha.blogspot.com/


DESFRUTEM DE TODA PALAVRA DE DEUS,DEIXEM UM RECADO NO MURAL E SEJAM
SEGUIDORES DESTE HOMEM DE DEUS


DEUS ABENÇOE A TODOS
FIQUE NA PAZ
AMÉM

23 de jun de 2011


O que fez de Davi um grande homem



Todos que conhecem a Bíblia sabem que o Rei Davi foi um grande homem.

Ainda assim, qualquer pessoa com alguma familiaridade com a Bíblia também reconhece que Davi fez algumas coisas não tão boas. Rapidamente nos lembramos do pecado com Bate-Seba, o assassinato do marido dela, Urias, e a mentira para encobrir tudo. Isso não tem nada de deleite na lei do Senhor (Salmo 1.2).

Mas também houve o censo mal intencionado, motivado pelo orgulho de Davi, além das inúmeras situações em que ele falhou como pai de família. Para alguém conhecido como “segundo o coração de Deus” (Atos 13.22), Davi parecia ir bastante segundo o próprio coração.

Com todas essas falhas, o que fez de Davi um grande homem?

Alguém poderia mencionar a coragem, a lealdade, a fé, o sucesso como líder, músico e guerreiro. Mas ele foi grande de outras formas não tão conhecidas. Em particular, Davi foi um grande homem porque estava sempre disposta a perdoar o pecado dos outros, mas a encarar a realidade do próprio pecado.

Davi era um homem gracioso, relevando as falhas dos outros, sempre pronto a dar uma segunda chance aos seus inimigos. Duas vezes, enquanto seus amigos lhe aconselhavam a destruir seu inimigo, Davi poupou a vida de Saul (1 Samuel 24; 26). Apesar de Saul se opor a ele sempre que podia, Davi não se alegrou em sua morte, mas chorou pelo rei e seu filho Jônatas (2 Samuel 1.17-27).

Davi recebeu Abner, que havia desertado do rei Is-Bosete, e se entristeceu quando o desconfiado Joabe o matou (2 Samuel 3). 

Davi sempre foi muito bom, até desnecessariamente, com Mefibosete (2 Samuel 9), e incrivelmente paciente com os xingamentos de Simei (2 Samuel 16). Mais tarde, Davi perdoaria aqueles que se rebelaram contra ele durante a insurreição de Absalão (2 Samuel 19.16-23).

Por muitas vezes Davi se mostrou muito diferente dos filhos de Zeruia, que viviam com rancor e atrás de vinganças.

Davi sabia perdoar. Mais do que qualquer um antes de Jesus, Davi amava seus inimigos. Como nenhum outro rei do Antigo Testamento, Davi estava sempre disposto a receber rebeldes de volta e perdoar aqueles que se opunham a ele.

Por outro lado, a atitude bondosa de Davi como seus inimigos não significava uma atitude bondosa com seus próprios pecados. Normalmente, as pessoas que são mais bondosas com os outros são mais bondosas consigo mesmas, e aquelas mais exigentes consigo mesmas são mais exigentes com as outras. Davi era diferente. Ele era gracioso com os outros e honesto consigo.

Acredito que a grandeza de Davi era simplesmente isso: por mais que ele pecasse, ele nunca deixou de admitir. Eu não encontro uma única passagem em que Davi foi exortado corretamente por suas falhas e ele tenha deixado de aceitar essa exortação.

Quando Natã confronta Davi pelo adultério e assassinato, Davi, após entender as intenções de Natã, rapidamente se lamenta:“Pequei contra o Senhor” (2 Samuel 12.13). Quando Joabe envia a mulher de Tecoa para fazer Davi mudar de idéia sobre Absalão, ele ouve. Quando Joabe exorta Davi por amar mais o filho traidor do que seus servos leais, ele faz o que Joabe lhe fala (2 Samuel 19.1-8). Joabe muitas vezes estava enganado em seus conselhos a Davi, mas quando ele estava certo, Davi sabia, e corrigia seu rumo. Assim, após o tão criticado recenseamento, o coração de Davi lhe alertou, e ele confessou: “Pequei gravemente com o que fiz!” (2 Samuel 24.10).

Davi sabia perdoar, e sabia se arrepender também. Ele nunca culpava os outros por seus erros. Ele não inventava desculpas baseadas no histórico familiar, pressão do grupo ou as pressões por ser um líder.

Ele não usava eufemismos, se referindo ao seu pecado como uma disfunção ou uma falha de caráter. Ele não se lamentava pelos pecados simplesmente por causa dos efeitos negativos que trariam para o seu reino e seus relacionamentos. Ele via suas transgressões primariamente em sua dimensão vertical, como uma ofensa ao Deus todo poderoso (Salmo 51.4).

Ele nunca fugiu da luz quando ela revelava sua escuridão. Ao invés disso, ele admitia sua iniquidade e trabalhava para consertar as coisas. Quando pensamos no quanto isso é raro em nossos dias, que os atletas, atores de filmes e políticos simplesmente aceitem a responsabilidade de seus pecados públicos, todos nós deveríamos nos espantar que o Rei de Israel, talvez o homem mais famoso da história do povo de Deus da antiga aliança, era humilde o suficiente para ouvir as críticas daqueles que estavam abaixo dele e mudar de atitude.

Davi era um homem segundo o coração de Deus porque odiava o pecado mas amava perdoá-lo.

Que melhor exemplo do caráter de Deus que esse?


Deus não simplesmente recebe seus inimigos, mas morre por eles (Romanos 5.6-11). Está sempre disposto a mostrar misericórdia e dar uma segunda chance aos traidores. Ainda assim, Deus não é bondoso com o pecado. Ele o expõe e nos leva a exterminá-lo (João 16.8-11; Colossenses 3.5). Mas é claro, Deus, diferente de Davi, nunca é culpado de pecado.

Deus  mostra sua condencendência não ao se humilhar perante uma exortação, mas ao se humilhar tomando a forma humana e morrendo na cruz (Filipenses 2.5-8).

Davi era grande, mas nem de perto tão grande quando o Grande Filho de Davi.

Fonte:  iPródigo.

Por Lidiomar

Graça e Paz

A derrota da língua



A insensibilidade faz a ferida curar devagar. Se alguém fere seus sentimentos intencionalmente você sabe como reagir. Você sabe a fonte da dor. Mas se alguém acidentalmente machuca sua alma, é difícil saber como responder

Alguém no trabalho critica o novo chefe que também casualmente é seu querido amigo. “Ah, desculpe-me – esqueci que vocês dois eram tão próximos”

Uma piada é contada em uma festa sobre pessoas muito gordas. Você está muito gordo. Você ouve a piada. Você sorri educadamente enquanto seu coração afunda

O que era para ser uma situação para uma decisão ou uma ação torna-se um ataque pessoal. “Você tem uma história de decisões medíocres, John”

Alguém escolhe lavar sua roupa suja em público. “Sue, é verdade que você e Jim estão separados?”

Comentários insensíveis. Pensamentos que deveriam ter permanecido pensamentos. Sentimentos que não eram da conta de ninguém sendo discutidos. Opiniões atiradas sem cuidado como uma granada na multidão

E se você fosse falar com a pessoa que lançou esses dardos descuidados a respeito da dor que causaram, a sua resposta seria, “Ah, mas eu não tinha intenção... eu não percebi que você era tão sensível!” ou “Esqueci que você estava aqui”

Listado debaixo do título de subterfúgio, está o veneno da insensibilidade. É chamado subterfúgio porque é muito sutil. Somente um descuido da língua. Somente uma lacuna na memória. Ninguém é culpado. Nenhum dano foi causado

Talvez. E, talvez não. Enquanto os inocentes agressores continuam seu caminho desculpando-se por coisas feitas sem intenção de magoar, uma alma ferida é deixada no pó, completamente confusa. “Se ninguém pretendia me ferir, por que eu sinto uma dor tão grande?”

A Palavra de Deus possui um forte remédio para aqueles que movimentam suas línguas sem cuidado

Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniqüidade. Colocada entre os membros do nosso corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno. Tiago 3:6

Quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento.
Provérbios 21:23

Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando. 
Provérbios 21:23

Quando são muitas as palavras, o pecado está presente, mas quem controla a língua é sensato
. Provérbios 10:19

A mensagem é clara: 
Quem se atreve chamar-se de embaixador de Deus não pode ter o luxo de palavras inúteis. Desculpas como “eu não sabia que você estava aqui” ou “Não percebi que isso era tão melindroso” são levianas quando vêm daqueles que dizem ser seguidores e imitadores do Grande Médico. Temos uma responsabilidade aumentada de guardar nossas línguas

Estes passos práticos expurgarão as palavras descuidadas de sua fala.


1. Nunca conte piadas que difamam

2. Nunca critique em público a menos que você: já tenha expressado seu desapontamento com a outra pessoa em particular, já tenha levado alguém com você para discutir o motivo da queixa com a pessoa, e está absolutamente convencido que a repreensão pública é necessária e irá ajudar

3. Nunca diga nada a respeito de alguém em sua ausência que você não diria na sua presença

Calúnias insensíveis podem ser acidentes, mas não são perdoáveis

Autor: Max Lucado

Por Lidiomar!

Graça e Paz

28 de mai de 2011

Por que muitas vezes,por pequenas coisas nos queremos desistir da presença de Deus,se pedimos algo ao Senhor e o Senhor não faz naquela hora  já emburramos,se não é na hora que eu quero vou desistir,não vou mais pra igreja,estou de mau do Senhor,queridos muitas vezes esquecemos que Deus fez em nossas vidas esquecemos de onde ele nos tirou,muitas vezes queremos ver milagres de pessoas enxergando,mudos falando paralíticos andando.
Tudo bem Deus faz esses milagres,claro que sim mas milagres também é restauração de familia,sair dos vícios,sair da prostituição,sair das drogas,e etc.
Muitas pessoas querem as coisas rápidas mas tudo tem o seu tempo,quando nós estávamos no mundo fazendo bagunça,quantos anos nós ficamos servindo o diabo,e pra Deus nós queremos restauração na hora,tem que ser na hora se não eu não quero,temos que parar de ser egoístas com Jesus,por que ele sempre estará conosco  pra isso nós não devemos ir pra igreja com interesse,por que ele conhece o nosso coração ele sabe todas as nossas necessidades,o Senhor sabe a quanto nos conseguimos suporta as lutas ele nunca vai desistir de nós, vamos AMAR a Deus de todo o nosso coração se as lutas vir vamos adorar a ele mas e mas,estamos sem nada pra comer Amém Jesus eu ti ama mesmo assim,por que eu sei que o Senhor sempre estará comigo nas lutas e nas tristezas,e eu ti louvarei por todo o sempre Amém!              

22 de mai de 2011

PAZ MENTAL

Para que a paz na sua mente possa ser uma realidade é necessário que você renuncie ao cargo de gerente geral do Universo. Larry Eisenberg


Você alguma vez se sentiu – ou se sente ainda - como se fosse o diretor de uma peça teatral chamada Vida, à frente da qual você se encontra, encarregado da supervisão, do gerenciamento, contabilidade, vendas e outras tantas responsabilidades - e tudo isso ao mesmo tempo? Talvez - apenas talvez... - um grande fator para o seu estresse esteja sendo resultado de sua tentativa de controlar seu chefe, sua mulher (ou seu marido), colegas de trabalho, seus filhos ou um sócio indeciso. 

A realidade, porém, é que existe uma grande diferença entre controlar e ser controlado. Quando você está controlando você passa a desejar que as pessoas façam aquilo que você quer, quando você quer e da maneira que você quer. Quando você está no controle você passa a adquirir o sentimento de que pode alcançar o que deseja sem ditar a outras pessoas o que você quer. Quando no controle você fica mais aberto a aceitar que as outras pessoas assumam sua própria direção, não cabendo portanto a você dirigi-las. 

Em lugar de tentar gerenciar os outros, gerencie-se a si próprio. Tente identificar onde está a sua ânsia de controlar as pessoas. Faça um bem enorme a você e à sua paz mental, ao afirmar: “Hoje eu me conscientizei de que não cabe a mim dirigir o destino das pessoas; assim como deve acontecer comigo, cabe a elas fazer suas próprias opções na vida”. 


Para Meditação:

Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará.Salmos 37:5

É importante deleitar-se no Senhor. Os bens materiais não são deleites duráveis, embora, sem dúvida, sejam de grande importância. Mas não são fontes confiáveis de felicidade e paz. Quando Deus não nos dá o que queremos quando desejamos, precisamos lembrar que Jó definiu um princípio inviolável; “Embora Ele me mate, ainda assim, Nele esperarei” Jó 13:15. É palavra de um homem que perdera absolutamente tudo na vida, porém, não abriu mão do seu Deus. Continue confiando no Senhor, diz Habacuqye, mesmo quando os bens materiais faltarem.
Mesmo não florescendo a figueira,
e não havendo uvas nas videiras,
mesmo falnado a safra de azeitonas,
não havendo produção de alimentos nas lavouras,
nem ovelhas no curral,
nem bois nos estábulos,
ainda assim eu exaltarei no Senhor
e me alegrarei no Deus da minha salvação” Hc 3:17-18
Os maiores amantes de Deus são aqueles que amam a Jesus não pelo que lhes têm dado, mas porque morreu por eles, Esse é o sinal mais valioso da bondade de Deus.

Parem De Lutar

A maioria das pessoas vive em uma constante inquietação, "correndo" de casa ao trabalho,do trabalho ao bancos,dos bancos para o mercado,e assim vai.Quem mora em uma cidade grande, como São Paulo ou Rio de Janeiro, sabe que o problema é agravado quando ocorre um acidente numa via referencial, ou então uma enchente,ou ainda quando os funcionários dos meios de transporte entram em greve. Aí pára tudo, e fica bem mais complicado chegar na hora certa, seja no local de trabalho ou em casa após um dia cansativo.Imagine você preso em um engarrafamento,sem condições de ir para frente e nem voltar por onde veio. Diante de outros,seus batimentos cardíacos aumentam e toda essa tensão pode resultar em problemas de saúde mais sérios.
É em meio a toda essa situação que Deus diz: "Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus!" (v10) Em outra versão da Bíblia,o mesmo texto esta assim: "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus" (ARA). De fato,existem ocasiões em que não adianta lutar ou ficar inquieto.O único caminho é saber que Deus é soberano e aquietar o nosso coração e a nossa mente.
Qual é a sua luta,a sua inquietação? Trânsito parado? Greves? Doenças e enfermidades na família? Está desempregado e as contas vencendo? Seus filhos estão na rua e você ouve notícias de confrontos entre a polícia e os traficantes?
O problema é que, apesar de toda nossa luta,preocupações,nem sempre podemos fazer algo para mudar as situações difíceis e adversas que enfrentamos no nosso dia-dia. Por isso, pare de lutar em vão e lembre-se que o Senhor é o único Deus,em quem podemos confiar.

Acalme-se e lembre-se de que o Senhor é soberano.          
          

20 de mai de 2011

Cuidado com o que você pensa?

Cuidado com o que você pensaSuas palavras são importantes. Mas seus pensamentos merecem a mesma atenção. O que falamos, literalmente muda nossas vidas, mas o que estamos pensando, faz com que essas palavras sejam ditas.
Então aqui está o desafio de hoje: o que você está pensando. Esforçar para manter suas palavras puras será inútil se a sua mente está vivendo no lixo.
Eu quero ir para o lugar onde eu não estou apenas dizendo coisas boas sobre as pessoas … mas realmente pensando coisas boas sobre as pessoas.
E se a primeira resposta do nosso coração for “Esse cara é amado por Deus” em vez de “Esse cara é um idiota”? Deus, afinal, está buscando seu coração.
Se nossos corações forem alterados por viver em Sua presença e continuamente a pensar Nele, então as nossas palavras e ações O seguirão.
É muito bom falar a “palavra de Deus”, mas é muito importante pensar “os pensamentos de Deus”, porque este último dá vida ao primeiro.
Provérbios 23:7 “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é”